Medo

 Medo

“No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo…”. Apóstolo João, em sua primeira epístola. 4: 18

Entre os especialistas da área emocional, o medo tem sido classificado como “top of mind”, entre os principais sentimentos desta presente geração. Ultimamente, muito tem se discutido sobre esta temática e os diagnósticos têm apresentado as “fobias” como causa primeira da desestabilização emocional.    

Observando de uma perspectiva subjetiva, nos depararemos com variações de manifestação do medo: medo de morrer, medo de viver, medo de ser feliz ou de ser infeliz, medo da solidão, medo da rejeição, enfim medo de sentir medo.

Por outro lado, existe também o medo mais objetivo, oriundo de situações concretas do dia-a-dia, como a falta de segurança. Ainda no campo da insegurança, outro medo tem ganhado lugar de destaque, o de ficar desempregado.

Mediante tantas investidas do medo, ficamos com a sensação de que esse sentimento não quer nos largar. Então, haja coração para tantos medos!

Algo que nos chama a atenção é a fórmula para superar o medo, apresentada pelo apóstolo João. No trecho bíblico acima ele nos coloca que o amor é para além de um sentimento, uma prática infalível para debelarmos o medo. E continua explicando que, após recebermos esta porção de amor da parte de Deus, dá-se em nós, imediatamente, um processo de estabilização emocional. A partir do que, nos tornamos, num processo contínuo, mais e mais conscientes do amor d’Ele e da segurança que essa proximidade nos propicia.

Não é mágica é uma questão de fé, só experimenta quem crê, não tem como ser diferente. Mas aquele que crê, ou melhor, aquele que é nascido de Deus, garante o apóstolo João, vence o mundo com seus desafetos e temores.

A certeza do amor de Deus, não só restaura a nossa autoconfiança e esperança perdida, mas redesenha o nosso horizonte, até então, ofuscado pelo medo. E como tudo o que vem da parte de Deus, o amor tem também a sua dimensão social, isto é, uma vez saciados da fome de amor que nos tornava inseguros e medrosos, nos tornamos capazes de amar o outro. “… amamos porque ele nos amou primeiro”. I João 4: 19.

Vagner Queiroz

é teólogo, Ministro Presbiteriano, idealizador do ministério vidaabundante.net.br e Gerente de Mobilização de Recursos com Igrejas, na Visão Mundial Brasil, desde 2015, no escritório de São Paulo.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *